Publicado em 5 de julho de 2019 por Laura Quariguazy - Notícia
Frangos com salmonela são vendidos no Brasil, afirma ONG
Os frangos haviam sido barrados pelas normas sanitárias da União Europeia

Mais de um milhão de frangos oriundos do Brasil foram vetados pelo Reino Unido por não atenderem aos padrões sanitários europeus. Esses frangos foram trazidos de volta ao Brasil, e vendidos no país, in natura ou processados, contendo salmonela.

Esses dados referem-se aos últimos dois anos. A informação é resultado de uma investigação conjunta entre o The Guardian, Bureau of Investigative Journalism e a ONG Repórter Brasil.

Governo confirma contaminação por salmonela

Nesta semana, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, confirmou a informação. Todavia, ela afirma que esse tipo de medida é comum. “A quantidade de exportação do frango brasileiro é enorme. Só 17 containers vieram com salmonella. Dois tipos só que têm problema para humanos”, declarou a ministra.

Aqui no Brasil, as exigências sanitárias são mais brandas, por isso os frangos puderam ser comercializados. De acordo com a legislação local, se o frango tiver bactérias com risco potencial à saúde humana, ele pode ser cozido e processado. Então, pode ser usado em produtos como nuggets, salsichas e mortadelas.

Já os frangos com bactérias não nocivas podem ser vendidos in natura, nos açougues, crus.

A regulação europeia da Food Standards Agency (FSA) tolera 3% de contaminação por salmonela. No Brasil, o percentual de tolerância é quase sete vezes maior: são aceitos 20%.

*Imagem de manfredrichter, por Pixabay

Últimas notícias

Veja mais notícias