Publicado em 27 de agosto de 2019 por Laura Quariguazy - Curiosidade
Estudo mostra que vinho previne perda de massa óssea em viagens espaciais
Os astronautas perdem massa muscular e óssea durante longos vôos espaciais e pesquisadores acham que o resveratrol, composto de vinho tinto, poderia lutar contra isso

Pesquisadores da Universidade de Harvard encontraram evidências de que o resveratrol, um componente presente em vinhos tintos, previne a atrofia muscular e perda de massa óssea. O resveratrol é um composto químico polifenólico encontrado nas peles das uvas.

Uma das grandes utilidades do estudo é para astronautas. Isso porque em viagens espaciais, quando há pouca gravidade, os músculos tendem a trabalhar menos e podem acabar se atrofiando com o tempo. Sendo assim, nas próximas viagens espaciais, é bom que agências como a NASA pensem em incluir algumas garrafas de vinho na bagagem.

A equipe publicou suas descobertas na Frontiers in Physiology.

O estudo sobre massa óssea e muscular

Duas dúzias de ratos machos foram usados ​​no estudo. Eles foram alimentados com comida normal, mas metade deles receberam resveratrol em água e a outra metade apenas água. Alguns de cada grupo experimentaram a gravidade normal da Terra, enquanto os outros viviam em ambiente com gravidade replicada de Marte – 38% do valor da Terra.

Durante duas semanas, eles registraram a força das garras dianteiras e traseiras dos ratos, bem como a circunferência de suas panturrilhas. No final, os músculos da panturrilha foram examinados. Os ratos que viviam sob a gravidade simulada de Marte e sem resveratrol mostravam circunferência da panturrilha diminuída. O grupo que recebeu resveratrol estava quase nos mesmos níveis de quando vivia sob a gravidade normal da Terra.

Com informações da Wine Spectator.

Últimas notícias

Veja mais notícias