Publicado em 5 de setembro de 2019 por Gula Certa - Curiosidade
Vinho tinto faz bem à microbiota do intestino
Pesquisadores descobriram que isso pode levar a uma melhor digestão e a um sistema imunológico mais forte

Aqui estão algumas notícias boas para o estômago: o vinho, especialmente o tinto, está positivamente associado ao aumento da biodiversidade na microbiota do seu intestino, de acordo com um novo estudo.

O estudo, publicado na semana passada na revista Gastroenterology, foi conduzido por uma equipe de pesquisadores do King’s College London e do VIB-KU Leuven Centre for Microbiology, na Bélgica.

Pesquisas sugerem cada vez mais que os trilhões de micróbios que vivem em nosso trato digestivo, conhecidos coletivamente como microbiota intestinal, contribuem significativamente para o nosso bem-estar. O microbiota intestinal ajuda em tudo, desde a digestão e metabolização dos alimentos, a moderação do humor e a regulação do sistema imunológico. Intestinos com uma gama diversificada de bactérias estão melhor equipados para produzir uma variedade de vitaminas, enzimas e outros compostos que nos afetam positivamente.

O estudo sobre a microbiota

Eles descobriram que as pessoas que desfrutavam até uma porção ocasional de vinho tinto – menos de um copo a cada duas semanas – demonstravam um aumento positivo na biodiversidade intestinal. Os consumidores de vinho branco apresentaram um aumento mais modesto, enquanto os de cerveja e sidra não mostraram diferença em relação às pessoas que bebiam raramente ou não bebiam.

Os autores levantam a hipótese de que os polifenóis ricos e variados encontrados no vinho tinto incentivam uma biodiversidade maior e mais saudável em seu intestino.

Com informações da Wine Spectator.

Últimas notícias

Veja mais notícias