Publicado em 15 de maio de 2020 por Laura Quariguazy - Notícia
Alta cúpula do Burger King diz que fast-foods mudarão para sempre
Neste ano, as ações da Restaurant Brands acumulam queda de 16%. Muita coisa deve mudar

A Restaurant Brands International, dona de Burger King, Tim Hortons e Popeyes, deu importantes declarações à imprensa essa semana. Depois de mais de um mês com milhares de seus restaurantes fechados, a RBI deve reabrir os salões de seus fast-foods na América do Norte em breve.

Porém, algumas transformações nas operações devem ser feitas. E, a previsão da Restaurant Brands é que algumas mudanças cheguem para ficar.

“Nós abraçamos completamente a noção de que parte de nossos restaurantes precisa mudar — certamente para o futuro próximo e possivelmente para sempre”, diz o presidente da RBI, José Cil, em carta aberta.

Segundo a Exame, neste ano, as ações da Restaurant Brands acumulam queda de 16%.

Um exemplo do que deve ser adotado é a utilização de máscaras como parte do uniforme. A entrega sem contato também é uma tendência, ou mesmo o próprio atendimento, no balcão, com distância acrescida.

“Nunca houve tempo melhor para adotar um modelo de negócios que serve dezenas de milhões de pessoas por dia com velocidade e contato limitado”, diz o executivo.

Últimas notícias

Veja mais notícias